Estudos Sobre Tetos Brancos

Estudos realizados pela Universidade South Mississippi, Mississippi Power Company e a Rhom and Hass chegaram às seguintes conclusões:

Construções com telhados de cores escuras absorvem muita temperatura através das telhas e essa massa de calor é conduzida para dentro do ambiente fazendo com que a temperatura interna se eleve a níveis muitas vezes insuportáveis.

Com a temperatura interna muito alta e quando o ambiente é climatizado, os equipamentos de ar condicionado tem que trabalhar com muito mais intensidade a fim de baixar a temperatura interna aos níveis em que os aparelhos foram ajustados, o que faz com que eles consumam muita energia e tenham um desgaste muito maior. Isso acarreta custos não só de energia, mas também elevados custos com manutenção dos equipamentos. Quando o ambiente não é climatizado, a temperatura interna se eleva a tal ponto que torna insuportável qualquer atividade no ambiente.

Em casos de operações com máquinas, o risco de acidentes num ambiente excessivamente quente pode ser muito grande e às vezes até fatal, pois provoca sonolência e desatenção nos funcionários. Outro problema é a deterioração da própria cobertura, pois a superfície chega a aproximadamente 90 a 100º C fazendo com que esta se dilate expandindo em todas as direções e, quando chega à noite ou quando uma nuvem esconde o sol, a cobertura resfria e se contrai novamente. Essas movimentações de aquecimento e resfriamento, acaba por soltar ou mesmo quebrar os parafusos, uma vez que estes são estáticos e acabam alargando o furo por onde ele é preso ou até mesmo partindo o parafuso em dois e deixando à mostra o orifício onde, antes, estava o parafuso prendendo a telha. Através desse buraco do parafuso, as águas da chuva penetram e acabam por inundar os ambientes causando, às vezes, desastres materiais de altíssimo custo de reparo ou ate substituição.

Além do acima descrito, vale lembrar que o ataque do UV deteriora todos os selos do telhado e as altas temperaturas fazem com que as juntas se separem com os anos, deixando um ponto vulnerável à entrada das águas de chuva.

Com base nas observações acima, empresas especializadas em revestimentos especiais, dirigiram suas pesquisas para produtos de alta refletividade e baixa absorção de calor para aplicação em telhados, com intuito de reduzir a temperatura de superfície dos mesmos.

O resultado dessas pesquisas foi o sistema acrílico branco à base de cerâmica, como o Sistema Max Protection da EMC DO BRASIL que é branco, tem 95% de refletividade, 0.9 de emissividade e o resultado de sua aplicação é um teto frio, mesmo nos horários mais quentes do verão. Essa eficiência faz com que galpões com até 2 andares de altura e sem ar condicionado tenha uma temperatura interna de no máximo 2º C acima da temperatura externa à sombra de uma árvore, deixando a temperatura do ambiente de trabalho extremamente agradável.

O Sistema Max Protection impermeabiliza toda a cobertura, utilizando-se do reforço de tecido de poliéster nas juntas verticais e horizontais, saturados com o impermeabilizante acrílico e o mesmo impermeabilizante é usado nos parafusos, transformando a cobertura em uma superfície monolítica que, ao final, recebe duas camadas do revestimento Maxtherm #2000 que irá proteger todo o tratamento de impermeabilização, reduzindo drasticamente a carga térmica e prolongando a vida útil da sua cobertura.